Para Diogo Hubner, temporada de 2017 foi perfeita

Chegou ao fim a temporada de 2017 para Diogo Hubner. Porém, em termos de resultados, ela deixa exclusivamente boas recordações e um registro muito positivo na carreira do atleta. Competindo pelo Esporte Clube Pinheiros (SP), Diogo conquistou a Tríplice Coroa, formada por Campeonato Paulista, Liga Nacional e Campeonato Pan-Americano de Clubes. E como se isso não fosse suficiente, o central e seus companheiros bateram de frente com o Füchse Berlin, equipe alemã (berço do Handebol), campeã mundial em 2016 e uma das potências da Champions League.

Para Diogo, uma temporada perfeita. “O Pinheiros manteve a base do ano passado e chegamos Zeba e eu, jogadores mais experientes, que ajudaram a conquistar os títulos. Começamos o ano vencendo o Pan-Americano de Clubes, que deu a vaga para o Super Globe (Mundial de Clubes), onde tivemos uma ótima participação. Perdemos por apenas dois gols para o Berlin, que veio a ser vice-campeão e depois vencemos as duas partidas seguintes. Na volta, vencemos o Paulista, uma competição bem complicada, por conta do desgaste da preparação para o mundial. Por último, a Liga Nacional, que coroou o ano. Buscamos muito esse título. Ainda fechamos o ano com apenas três derrotas, o que é excelente e só tenho a agradecer ao clube por esse ano”, declarou.

Mas a temporada terminou com um desafio para Diogo Hubner. Na decisão da Liga Nacional, o atleta lesionou o LCA e passou por uma cirurgia. Porém, como ele já passou por outras cirurgias, sabe como encarar uma reabilitação e, como ele mesmo diz, “Voltarei mais forte”. Diogo recebeu muito apoio do Pinheiros e de toda a comunidade do Handebol, reconhecendo todo o seu esforço em quadra.