Para Diogo Hubner, o balanço do Super Globe é muito positivo

O EC Pinheiros conquistou a quinta posição no IHF Super Globe, com duas vitórias e uma derrota. Revés esse por apenas dois gols de diferença (33-31), diante do então campeão, o Füchse Berlin, equipe que foi campeã da EHF Cup (2014/2015) e vice-campeã da Champions League (2011/2012), além de ter levantado o troféu do Super Globe na temporada passada.

O Pinheiros então jogou por uma vaga na decisão de 5º lugar contra a Sydney University HC (AUS) e venceu por 32-26. Na disputa, bateu o Esperánce Spotive (TUN) por 32-29 e se colocou como a quinta melhor equipe do mundo.

O central Diogo Hubner traçou o balanço da competição. “Foi muito positivo. O sistema de disputa é um pouco complicado, pois já te coloca num mata-mata, você tem um jogo apenas para decidir. Infelizmente saímos derrotados, mas fizemos um ótimo jogo contra uma potência europeia, que tinha acabado de jogar a final da EHF Cup. Quando perdemos, colocamos na cabeça que queríamos o quinto lugar e fomos muito felizes nos dois jogos seguintes. Isso nos deu muita confiança para as competições no Brasil”.

O Pinheiros já voltou ao Brasil e agora concentra-se para as próximas partidas pelo Campeonato Paulista e Liga Nacional.